Sobre o amor e suas crises

É possível viver sem amor? Sem a felicidade encontrada em um ser para nós singular, cuja existência nos faz viver, transbordando em nosso peito um sentimento de natureza indefinível que cresce, nos consome e nos arrebata? Influenciados por livros, filmes, canções e por nossas experiências cotidianas, que apontam como sentido de nossa existência o encontro da pessoa amada, responderíamos: não, é impossível viver sem amor.

Pois a experiência amorosa é intrínseca ao homem. É do homem, como animal, desejar reproduzir-se, perpetuar sua espécie. E é do homem, como indivíduo, distinguir-se do resto dos seres vivos através de sua capacidade de pensar e atribuir sentido a essa relação com o outro.

O amor surgiu da capacidade humana de explicar o mundo e as próprias experiências, construindo, assim, os conceitos e valores que sustentam a sociedade. E como o homem não é o mesmo em diferentes contextos históricos e sociais, seu modo de enxergar a realidade varia, produzindo diferentes significados, dentre os quais estão aqueles atribuídos ao amor.

São objetivos deste blog discutir e analisar essas diferentes visões acerca do sentimento e  as transformações na maneira com que   homens e mulheres vivenciam essa experiência. Discutirei aqui muitas das expressões amorosas surgidas ao longo da história, destacando o chamado “amor romântico”, representação dominante há cerca de três séculos que encanta os apaixonados com suas premissas de fidelidade, completude e eternidade. A contradição entre esses ideais e a realidade de uma relação amorosa repleta de conflitos e imperfeições nos acompanharão nesse percurso pelas diferentes faces do amor, que, de doce, pouco tem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: